15 de dez de 2008

FUNÇÕES MENTAIS SUPERIORES

São funções mentais: linguagem, atenção, memória, sensação, percepção, emoção e pensamento.

"Sensação e percepção são a base de todas as outras funções mentais"


Sensação
É a operação que leva ao cérebro informações de fenômenos do meio externo e do estado do organismo.
É um processo ativo (o indivíduo participa deste).
É por meio dela que, usando os órgãos dos sentidos, os indivíduos se relacionam com o ambiente.
Existem três tipos de sensação:
Interoceptiva – permite ao cérebro tomar conhecimento do que acontece nos órgãos internos. Se manifesta de diferentes maneiras (fome, calor, frio, desconforto...); por meio de pressentimentos ou pelos sonhos. São inconsistentes e seu significado é aprendido por meio da experiência.
Proprioceptiva – permite ao cérebro tomar conhecimento do seu movimento (movimento corpóreo) no espaço e da sua posição em relação aos outros. Ex: Equilíbrio
Exteroceptiva – permite o contato entre o indivíduo e o meio externo por meio dos órgão dos sentidos.


Limiar da sensação: é o estímulo em intensidade suficiente para que ocorra a codificação e a transmissão da informação sendo que, posteriormente, ela possa ser decodificada e reconhecida.
Vale destacar que estímulos muito tênues ou muito intensos não são detectados. Além disso, a sensação é relativa, ou seja, varia de acordo com o ambiente – estado emocional, uso de medicamentos, etc.

Percepção

É a interpretação do estímulo (transforma o estímulo físico em informação psicológica).
Por meio dela, o homem interpreta a si mesmo, o mundo e sua posição em relação a este.
Depende da memória e do pensamento;
É influenciada pela sensação (em si), características particulares do estímulo (tamanho, forma, cor, intensidade, movimento e freqüência) e pelo estado psicológico de quem recebe o estímulo (experiências anteriores, formação, crença, expectativas, emoções e pressuposições).

Atenção
Mecanismo que permite a fixação de alguns estímulos e a organização das informações para o processo de tomada da decisão. É seletiva já que foca alguns estímulos e descarta os demais (estímulos constantes são ignorados e, portanto, não participam do processo decisório).
É influenciada pelas necessidades, motivações, interesses, personalidade e cultura. E também por objetivo, prazer e medo.
A obtenção e permanência da atenção dependem da intensidade, movimento e repetição.

Memória
"Faculdade de reproduzir conteúdos inconscientes"

Memorização e recuperação do material armazenado: Uma vez "prestada a atenção" e registrados os estímulos, pode-se recuperar as informações. Nesse processo de recuperação, a mente humana faz composições, preenche lacunas, etc. As informações mais relevantes tendem a ser lembradas mais facilmente.
Falhas na recuperação: pode haver falhas na codificação (falta de atenção), no armazenamento (sabe-se apenas como aconteceu), na recuperação, no resgate ou interferências de novas informações.
Enriquecimento: mecanismos como associação a imagens/idéias, organização e classificação do “material” são apontados como essenciais para o enriquecimento da memória.

Linguagem e pensamento

Distinguem o homem dos outros animais.
São a base do processo de comunicação interna e externa.
O pensamento compreende atividades mentais como raciocinar e formar conceitos. Já a inteligência é a capacidade de usar o pensamento para a solução de problemas.

Desenvolvimento do pensamento: O homem se adapta ao ambiente por meio de assimilação e acomodação do estímulo.
Estágios do desenvolvimento: sensório-motor, pré-operacional, operatório concreto e operações formais. Este último nem sempre completado por todas as pessoas, pois cada indivíduo atinge um nível de desenvolvimento mental.

Emoção
Estado de sentimentos (somáticos, psíquicos e comportamentais) ligados ao afeto e ao humor. Possui três componentes básicos: cognitivo, fisiológico e comportamental.

Componentes básicos: Cognitivo (pensamento, crença), fisiológico (próprio organismo) e comportamental (sinais exteriores)
Componentes culturais: Felicidade, surpresa, raiva, tristeza, medo e repugnância

A emoção atua sobre todas as funções mentais superiores.
Fonte: notas de aula e apostila de introdução à psicologia (2008)

Um comentário:

Renata Cristina Façanha de Meneses disse...

resumo muito bom, me ajudou a dar "aquela revisada rápida antes da prova"